The Who anuncia turnê "Moving On!" e lançamento de álbum de inéditas
11/05/2019 11:35 em Let's Rock

O cantor Roger Daltrey e o guitarrista Pete Townshend subirão ao palco na companhia de uma orquestra para tocar nos EUA, Canadá e Londres.

 

"Espero que eu morra antes de ficar velho", diz o grupo The Who em seu sucesso de 1965, "My Generation".

 

No entanto, mais de 50 anos depois, os dois membros originais ainda vivos da banda veterana de rock estão prontos para uma nova turnê chamada "Moving On!" e o lançamento de seu primeiro álbum de músicas inéditas em 13 anos.

 

O cantor, Roger Daltrey, e o guitarrista e compositor, Pete Townshend, agora com 70 anos, subirão ao palco em maio como parte da atual formação do The Who, apoiada por uma orquestra para tocar nos Estados Unidos e no Canadá, além do estádio de Wembley, em Londres, em julho.

 

Após turnês de sucessos antigos, a dizer pelas imensamente influentes óperas de rock "Tommy" e "Quadrophenia", Daltrey, que se apresentou com uma orquestra no ano passado, disse que era hora de fazer algo "que reflete onde estamos em nossas vidas no momento".

 

"Somos homens velhos agora... não podemos ir lá e fingir que vai ser em qualquer lugar como estávamos 40, 50 anos atrás", disse ele à Reuters em uma entrevista em Wembley.

 

"Adicionar a orquestra pode elevar a música a um lugar onde ela parece meio adulta... (mas) as pessoas não devem pensar que só porque há uma orquestra com o The Who vai ser decepcionante. Tocaremos a todo vapor como costumamos fazer."

 

Emergindo na Londres dos anos 1960, o The Who, que incluiu o falecido baterista Keith Moon e o baixista John Entwistle, já vendeu mais de 100 milhões de discos em todo o mundo, com sucessos como "Won't Get Fooled Again" e "I Can See For Miles".

 

"Nunca poderíamos imaginar isso (o sucesso contínuo do grupo)", disse Daltrey.

 

"Eu estava indo para o estádio (de Wembley) hoje e fazendo a mesma viagem que costumava fazer todas as noites na van do grupo... Todas as memórias voltam."

 

"Espero que eu morra antes de ficar velho", diz o grupo The Who em seu sucesso de 1965, "My Generation".

 

No entanto, mais de 50 anos depois, os dois membros originais ainda vivos da banda veterana de rock estão prontos para uma nova turnê chamada "Moving On!" e o lançamento de seu primeiro álbum de músicas inéditas em 13 anos.

 

O cantor, Roger Daltrey, e o guitarrista e compositor, Pete Townshend, agora com 70 anos, subirão ao palco em maio como parte da atual formação do The Who, apoiada por uma orquestra para tocar nos Estados Unidos e no Canadá, além do estádio de Wembley, em Londres, em julho.

 

Após turnês de sucessos antigos, a dizer pelas imensamente influentes óperas de rock "Tommy" e "Quadrophenia", Daltrey, que se apresentou com uma orquestra no ano passado, disse que era hora de fazer algo "que reflete onde estamos em nossas vidas no momento".

 

"Somos homens velhos agora... não podemos ir lá e fingir que vai ser em qualquer lugar como estávamos 40, 50 anos atrás", disse ele à Reuters em uma entrevista em Wembley.

 

"Adicionar a orquestra pode elevar a música a um lugar onde ela parece meio adulta... (mas) as pessoas não devem pensar que só porque há uma orquestra com o The Who vai ser decepcionante. Tocaremos a todo vapor como costumamos fazer."

 

Emergindo na Londres dos anos 1960, o The Who, que incluiu o falecido baterista Keith Moon e o baixista John Entwistle, já vendeu mais de 100 milhões de discos em todo o mundo, com sucessos como "Won't Get Fooled Again" e "I Can See For Miles".

 

"Nunca poderíamos imaginar isso (o sucesso contínuo do grupo)", disse Daltrey.

 

"Eu estava indo para o estádio (de Wembley) hoje e fazendo a mesma viagem que costumava fazer todas as noites na van do grupo... Todas as memórias voltam."

COMENTÁRIOS